Programa Coletivo de Governo

Este programa foi escrito a muitas mãos. Um processo que combina o acúmulo do programa de 2016, encabeçado pela companheira Luciana Genro, e grupos de trabalho temáticos que reuniram mais de 500 pessoas (on-line por conta da trágica situação da pandemia), chegou a este documento. Trata-se de um compromisso expresso em forma e conteúdo.

Um compromisso político de revolucionar Porto Alegre, dando exemplo de que é possível governar praticando uma política que o dinheiro não compra, que tenha a periferia como seu centro de ação e atenção, que enfrente os interesses privados (econômicos, fisiológicos ou pessoais) que capturaram a política e que se coloque na liderança de um movimento de cidades contra a crise e contra o autoritarismo, os preconceitos e todas as péssimas qualidades que caracterizam a extrema-direita que, infelizmente, governa o Brasil. Mas, também um compromisso com uma nova forma de fazer política, sem rabos presos e realmente democrática, desde a construção de seu programa até um possível governo.

O que está escrito aqui não são promessas vãs. É algo para ser feito. A Frente PORTO ALEGRE PEDE CORAGEM (PSOL|PCB|UP) tem condições de encabeçar a mudança que isso significa, especialmente porque não é um sonho que se sonha só, mas uma necessidade histórica e produto de um trabalho coletivo.